domingo, 30 de setembro de 2007

E vão quatro

Chega a notícia com alguns dias de atraso, propositadamente.
Estive a aguardar a chegada de um registo fotográfico para ilustrar a boa nova.
A Francisca, a minha terceira afilhada, de um total de quatro que me chamam de padrinho, nasceu no passado dia 18 de Setembro.
Agora, nas Lajes do Pico, nos Açores, tenho três afilhados, pois a recém-nascida veio juntar-se à Catarina e ao Pedro, filhos dos nossos compadres Isabel e Emanuel.
Como é comum referir nestas circunstâncias, que a felicidade seja um denominador comum pelas bandas de lá.

Angra do Heroísmo - Açores

Brazões

Chama-se a isto arranjar lenha para me queimar.
É verdade. Com tão pouco tempo disponível, cá chega mais uma obrigatoriedade diária.
À beira do primeiro aniversário do Tio Jorge, aproveitando uma sugestão do meu amigo MZM, a partir de hoje vão desfilar por aqui os brazões de todos os Municípios portugueses, por ordem alfabética, começando pelos Açores.
E o primeiro é de Angra do Heroísmo.

30 de Setembro

Há 33 anos, após a tentativa falhada de golpe da apelidada maioria silenciosa, ocorrida dois dias antes, António Spínola que, desde 15 de Maio de 1974, ocupava a Presidência da República Portuguesa, renuncia ao cargo e é substituído pelo General Costa Gomes.

in O Leme

Mauritânia / Ilhas Maurícias



sábado, 29 de setembro de 2007

O Derbie [2]

Não vou ser politicamente correcto.
Mas não vou dizer nada de novo.
Um jogo fraco, num bom relvado - ainda bem que não foi em Alvalade - com dois treinadores satisfeitos com o empate.
Vamos à polémica, essencial num jogo desta natureza.
Paulo Bento falou bem no flash-interview. As indicações dos árbitros assistentes devem sempre para seguir.
Estou de acordo.
Mas o que é que ele indicou? Mão? Parece-me que sim. Mas dentro da área ou fora? Parece-me que o Katsouranis tinha, pelos menos, um pé a pisar a linha limite da área. Sendo assim...penaltie.
Mas porque é que o treinador do Spoprting só se refere aos lances em que, aparentemente foi prejudicado? Não terá visto a falta de Moutinho sobre Adu?
E em jornadas anteriores, a de Polga sobre Lito? E a de Gladstone sobre Matheus? Porque é que Bento não falou sobre elas?
Sempre afirmei, que só nos devíamos queixar dos erros de arbitragem, quando tívessemos a coragem, porque é de isso que se trata, de fazer o balanço do deve e haver.
Se assim fosse, na esmagadora maioria das vezes, pouca gente falaria dos benefícios e prejuízos originados pelos homens do apito.

A boina de Saragoça

Por último, uma correspondente em Espanha.
Ideias e imagens diferentes.
O dia a dia, do lado de lá da fronteira, a meio caminho entre Madrid e Barcelona.
O Erasmus, as suas dificuldades e a mais valia desta experiência.
A Cláudia deixa-nos aqui os seus temas de conversa à quinta-feira.
Bem vinda.

Olhar Jovem

Obviamente que quando toca a unir, toda a família contribui.
Depois da Célia, também o herdeiro mais novo vai trazer-nos as suas ideias.
O Ricardo vai deixar a sua visão dos dias de hoje.
Uma leitura vista do lado da adolescência, do lado onde nem sempre conseguimos entrar.
Às quartas-feiras ele vai estar por aqui.
Bem vindo.

O Canto da Princesa

Há beira do primeiro aniversário do Tio Jorge, chegou a altura da família começar a colaborar, de forma directa - além do apoio dado até agora - na feitura deste espaço.
O Canto da Princesa vai surgir por aqui às terças-feiras, dando espaço à Célia, de forma independente, opinar sobre cada semana passante.
Bem vinda.

O Derbie

Só há este.
Por muito que falem de outros, este é o original.
Os presidentes já deram o exemplo.
Que sirva para acalmar as irracionalidades, que por serem no futebol, não devem ser desculpadas.
Bom jogo.

29 de Setembro

Há 460 anos, nasce Miguel de Cervantes, romancista, dramaturgo e poeta espanhol.
Morreu com 68 anos.

in Wikipédia

Malta / Ilhas Marshal



sexta-feira, 28 de setembro de 2007

28 de Setembro

Há 112 anos, morre o cientista francês Luís Pasteur.
Tinha 72 anos

in O Leme

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Os sinais da Terra

Conforme referi na Efeméride, comemora-se hoje os cinquenta anos do “nascimento” do Vulcão dos Capelinhos, na ilha do Faial, Açores.
Descobri um sítio dedicado a esta comemoração, donde recolhi parte de um texto sobre o assunto, com uma descrição dos acontecimentos:

A ilha do Faial, à semelhança de todas as restantes ilhas dos Açores, é de génese vulcânica e desenvolveu-se em 4 fases, temporalmente espaçadas. A mais antiga deve-se ter iniciado há cerca 800 mil anos e dela resultam as "lombas" da Ribeirinha, de Pedro Miguel e da Ponta da Espalamaca. A fase mais recente de cresimento da ilha enquadra o alinhamento de cones vulcânicos da zona do Capelo cujo extremo ocidental corresponde exactamente ao Vulcão dos Capelinhos.
Desse modo o Vulcão dos Capelinhos é uma das provas de que muitas das ilhas dos Açores se encontram divididas em sectores vulcânicamente activos o que, em termos práticos, significa que ao longo dos séculos irão surgir episódios vulcânicos em diversas parcelas insulares.
O Vulcão dos Capelinhos é um dos mais paradigmáticos do mundo da Vulcanologia não só pela continuidade das respectivas observações mas também pela originalidade dos seus processos evolutivos. Ou seja, Capelinhos foi o exemplo sequencial do nascimento e desenvolvimento das ilhas açorianas: iniciou-se como vulcão submarino e terminou como vulcão terrestre.
Capelinhos não apareceu de um momento para o outro. Antecederam-se períodos de actividade sísmica, iniciados nos primeiros dias de Maio de 1957 e cujos máximos energéticos se processaram entre 16 e 27 de Setembro de 1957.
Na madrugada do dia 27, com a terra balançando continuadamente, os "vigias da baleia" do Costado da Nau, a escassos metros acima do Farol dos Capelinhos, notaram o oceano revolto a meia milha da costa, para os lados de oeste. Assustados, desceram ao farol, alertaram os faroleiros e os seus companheiros de baleação, no porto do Comprido. Não era baleia, nem cachalote nem outro bicho qualquer – o mar entrava em ebulição e havia cheiros fétidos!! Chamaram-se as autoridades e lanchas e botes baleeiros zarparam para o porto do Castelo Branco. As famílias fizeram trouxas e foram juntar-se aos baleeiros.
Às 7 horas o oceano já "fumegava" abundantemente e às 8 horas surgiram as primeiras cinzas, como jactos de criptoméria. Assim começou a fase submarina do Vulcão dos Capelinhos. Horas mais tarde apareceram outras 3 chaminés, num total de 4. Ao fim do dia havia uma coluna de vapor com mais de 4 Km de altura, visível de todas as ilhas centrais.
Em início de Outubro as cinzas (tipo areias e pó com alguns blocos intermitentes de basalto) eram tão volumosas que se gerou uma ilhota, em feitio de ferradura, com entrada do mar virada a sudoeste – passou a chamar-se a Ilha Nova. Quando o vento rodava para oeste as cinzas caíram no Faial e destruíram tudo o que era vegetação. E com o tempo começaram a cobrir casas, quintais, pastos e caminhos.
Entre 29 e 30 de Outubro a primeira Ilha Nova desapareceu mas a actividade reactivou-se em inícios de Novembro repetindo-se o fenómeno anterior (jactos de cinzas, blocos, nuvens ora altas ora anegradas com areias) - assim se formou a 2.ª Ilha Nova. Até então os cientistas ignoravam que, em tal tipo eruptivo, existiam amplos deslocamentos do fundo do mar. Foi a primeira lição dos Capelinhos...
Em Novembro a ilhota ligou-se aos antigos ilhéus dos Capelinhos (restos de erupção idêntica mais antiga) e daí surgiu um istmo até à ilha do Faial, prolongando-a. No dia 16 de Dezembro de 1957, perante o espanto de muitos curiosos, em vez de cinzas o Vulcão dos Capelinhos passou a lançar exuberantes repuxos de basalto fundido – um espectáculo emocionante!!!
Nos fins de Dezembro regressou a fase de cinzas e uma vez ou outra observaram-se sinais de lava, especialmente ao longo de crateras alinhadas. A terra tremia continuadamente – era o tremor vulcânico, fenómenos explicado pelos cientistas que entretanto foram chegando dos quatro cantos do mundo. Entre eles veio Tazieff, o célebre vulcanólogo belga, que se tornou grande amigo das gentes do Faial e com quem convivi durante anos e anos.
Durante o primeiro trimestre de 1958 predominaram os episódios de actividade submarina com emissão de jactos de cinzas cipressóides, pontiagudos, alguns impressionantemente altos e volumosos. Quando o vento rondava a oeste, na ilha do Faial era uma desgraça. As cinzas chegaram à cidade da Horta e o cheiro a enxofre invadia todo e qualquer lugar. Os centros vulcânicos migraram mais para leste, aproximando-se da "ilha velha". Além das cinzas, alguns blocos bombardeavam o farol, por sorte não atingindo os numerosos "mirones", a mais de 1 Km de distância.
Durante esses 4 meses, desde Janeiro de 1958, Capelinhos exibiu numerosas variantes de actividade submarina. O istmo alargou e a "Ilha Nova" já se encontrava integrada no Faial, a "ilha velha". Constituíram-se praias longas que encheram as baias do Varadouro e da Praia do Norte.
Em Maio de 1958 a paisagem do Vulcão dos Capelinhos sofreu profundas alterações: a fase submarina de cinzas passou a stromboliana, de bagacinas incandescentes, e na noite de 12 para 13 apareceu um lago de lava muito fluida com altos repuxos de basalto em fusão. Entretanto o centro Vulcão da Caldeira explodiu e emitiu cinzas muito finas, acinzentadas. Felizmente essa fase vulcânica concentrou-se nos Capelinhos e a caldeira não prosseguiu.
A noite de 12 para 13 a ilha do Faial foi sacudida por violenta crise sísmica e algumas falhas geológicas deslocaram-se. Na área exterior da Caldeira algumas falhas geológicas subiram 1,5 metros e em outros sítios da Praia do Norte abriram-se fendas de 2 metros de largura. Aliás todo o casario da Praia do Norte colapsou e no Norte Pequeno e no Capelo muitas habitações sofreram danos importantes. Não morreu ninguém porque o eng.º Frederico Machado recomendou ao Governador Freitas Pimentel, no início da noite de 12 para 13, que a população se retirasse das suas casas. Foi uma decisão arriscada e notável!!! Recordo-me bem desses avisos... De Maio em diante o Vulcão dos Capelinhos passou inteiramente à fase terrestre, com emissão de bagacinas incandescentes e longos rios de lava fluida, ora em "lajedos" (tipo pahoehoe) ora em "biscoito" (tipo aa).
Tal regime, que aumentou substancialmente a área da "terra nova" e que edificou o cone de bagacinas cujos restos presentemente se observam, permaneceu até Outubro de 1958. Foram emitidos 24 milhões de metros cúbicos de rocha basáltica em fusão.•
No dia 24 de Outubro de 1958, sem aviso prévio, ocorreram as derradeiras explosões strombolianas, de bagacinas avermelhadas. No dia 25 iniciou-se o processo de desgasificação, de arrefecimento e de erosão que perdura até aos tempos actuais.


O texto é da autoria de Victor Hugo Forjaz, vulcanólogo da Universidade dos Açores e do Observatório Vulcanológico e Geotérmico dos Açores.

in Vulcão dos Capelinhos

27 de Setembro

Há 50 anos, dá-se o aparecimento do Vulcão dos Capelinhos, localizado no extremo poente da ilha do Faial, nos Açores.

in Vulcão dos Capelinhos

Maldivas / Malí



Penalties

Cheguei agora a casa depois mais um dia de trabalho e Universidade.
A uma da manhã aproxima-se vertiginosamente.
Ontem foi dia de Taça da Liga, o primeiro com os três grandes.
Recolho alguma informação caseira, leio algumas notícias na Net e...curioso, os três decidiram o seu destino nas grandes penalidades.
O FC Porto caiu às mãos do Fátima de Rui Vitória, um alverquense de gema.
O Sporting eliminou o Vitória minhoto, após o sofrimento dos penalties.
Por último o Benfica beneficiou de um penaltie inexistente, já na recta final do jogo para ganhar ao Estrela da Amadora...nos penalties.
Duzentos e setenta minutos de futebol, mais coisa menos coisa, no Norte, Centro e Sul, decididos de igual forma.
Coincidências.

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

26 de Setembro

Há 109 anos, nasce George Gershwin, compositor norte-americano.
Morreu com 38 anos.

in Wikipédia

Malawi / Malásia



terça-feira, 25 de setembro de 2007

Boneca de porcelana

Para quem não pode oferecer a prenda que quiser, como é o meu caso, dar uma lembrança que fique na memória, principalmente na de uma mulher, é tarefa árdua para o homem comum.
Ao longo dos dezoito anos que partilhamos alegrias e tristezas comuns, algumas, pela falta de jeito na escolha, hoje fazem-nos sorrir.
Mas uma, fez a Célia chorar... de alegria.
Uma boneca de porcelana, como ela.

25 de Setembro

Há 55 anos, nasce Christopher Reeve, actor e realizador norte-americano, que ficou célebre pelo seu desempenho no papel de Superman.
Morreu com 52 anos.

in Wikipédia

Luxemburgo / Madagáscar



segunda-feira, 24 de setembro de 2007

24 de Setembro

Há 56 anos, nasce Pedro Almodóvar realizador espanhol de cinema.

in Wikipédia

Liechenstein / Lituânia



domingo, 23 de setembro de 2007

Ponto e vírgula

Hoje fiquei satisfeito.
Sim, estou a falar de futebol.
O Sporting não ganhou, em Alvalade, mas, desta vez, o árbitro não vai servir de desculpa, nem se devem ir queixar à Liga.
Deixem-me explicar.
Não foi por terem empatado que fiquei contente. Foi por desta vez não haver desculpa, de apito na mão, por não terem ganho.
Bem... só se for por causa da relva.

Marcel Marceau

Faz parte do meu imaginário.
Mímica, para mim era ele, o melhor nesta difícil arte.
Marcel Marceau morreu hoje com 84 anos.
Deixo a minha pequena homenagem.

Adão e Eva

Por necessidade familiar, estive durante vários minutos numa loja de um centro comercial, nos arredores de Lisboa, onde se comercializa roupa e afins.
Do meu ponto de observação dei conta de situações muito interessantes.
As coisas que as pessoas fazem.
Desde de irem experimentar peças, uma a uma, sem qualquer intenção de comprar, até ao desdobrar de tudo o que lhes aparece pela frente, sem qualquer preocupação de arrumação, tudo por aqui podemos vislumbrar.
Mas mais rídiculo é a forma como as pessoas andam actualmente vestidas.
O que se passa?
Há algum concurso para encontrar os mais pirosos?
Adão e Eva voltem que estão perdoados.

Portugal

Apesar de ainda estarmos longe do fim do desfile das bandeiras, posso já anunciar o que se seguirá neste olhar pelo Mundo.
Vão por aqui surgir os mapas dos países, pela mesma ordem que surgiram as bandeiras.
Como aperitivo, para o que mais frente irá surgir, aqui fica o mapa do nosso Portugal.

23 de Setembro


Há 68 anos, morre, em Londres, Sigmund Freud, psiquiatra austríaco criador da psicanálise.
Tinha 83 anos.

in O Leme

Libéria / Líbia



sábado, 22 de setembro de 2007

Ponto e vírgula

O primeiro fim-de-semana depois do início das aulas, das minhas e das dos meus filhos.
A deslocação da Cláudia para Saragoça modificou as rotinas.
Mais MSN, para colmatar a ausência, satisfeito por estar tudo a correr bem.
Do lado do Ricardo uma boa adaptação à nova Escola.
Eu, com algum cansaço, fruto da paragem de alguns meses, tal e qual os rapazes da bola, estou a adorar.
Vou precisar de trabalhar muito para chegar ao fim.
Mas o que se consegue sem muito trabalho?

22 de Setembro

Há 49 anos, nasce Andrea Bocelli, tenor, compositor e produtor musical italiano, que ficou cego com 12 anos.

in Wikipédia

Líbano / Lesoto



sexta-feira, 21 de setembro de 2007

21 de Setembro

Há 246 anos, é morto, na fogueira, durante um Auto-de-fé no Rossio, a praça mais importante de Lisboa, o padre jesuíta Gabriel Malagrida.

in O Leme

Laos / Letónia



Toga

Cedo ficaram perto das Ciências da Comunicação.
Eram na sua esmagadora maioria mulheres, decididas a usarem Toga.
Eram as nossas colegas de Direito da UnI.
Partilhámos o espaço de Economia Política, com o excelente João Carlos Santos, onde estreitámos o nosso relacionamento.
Hoje, no meu regresso a casa, encontrei a Helena no comboio. Entusiasmada com a nova casa, sempre bem disposta.
Os futuros advogados, nossos antigos colegas, nossos novos companheiros, estão quase todos na UAL, mas em Santa Marta.
Boa sorte para o Gang da Toga.

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

20 de Setembro

Há 731 anos, o médico, professor e matemático português Pedro Julião, também conhecido por Pedro Hispano, é coroado papa, tomando o nome de João XXI.

in O Leme

Koweit / Quirguistão



Ponto e vírgula

Quando já me preparava para desligar o computador, porque a madrugada vinha em grande correria, grita-me a Célia do quarto: "O Mourinho deixou o Chelsea".
Estará encontrado, mais cedo do que ele pensava, mais do que nós pensávamos, o sucessor de Luiz Felipe Scolari?

O reencontro do Gang

Confusões burocráticas à parte, lá iniciei... ou melhor, reiniciei a minha aventura universitária, na UAL, no seu pólo da Boavista, ali bem perto do velhinho Cais do Sodré.
Para já foi bom reencontrar colegas que transitaram da UnI, companheiras de primeira hora, as minhas sobrinhas.
Rostos bronzeados, caras bonitas, a PP, a Sara, a Áurea e a Vânia, dão alegria a esta estadia escolar. É certo que são um bocadinho pessimistas, mas..., que raio, a coisa ainda agora está no início.
Para além destas simpáticas colegas... o Gang da Sapataria, já por aqui muito badalado, apesar de o Miguel andar mais ligado, por enquanto, ao futebol – quem haveria de dizer – promete fazer coisas interessantes.
Não será fácil um novo assalto às boas notas, mas vamos continuar a luta por esta licenciatura, que se tornou ainda mais difícil, fruto do egoísmo e desonestidade de alguns.

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

19 de Setembro

Há 8 anos, o político português Diogo Freitas do Amaral é eleito presidente da Assembleia-Geral das Nações Unidas.

in O Leme