quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

As mãos da Joana

Há alguns meses que ando com queixas na coluna cervical, principalmente sobre o lado esquerdo do ombro.
A primeira medida foi encostar a raquete do ténis.
Como as dores se mantiveram, fui a uma consulta de Ortopedia com o Dr. João Cannas, especialista nesta área.
Expliquei o que se passava, das dores no braço, na zona do cotovelo, eles colocou lá os dedos, fez-me doer como o raio e disse "Já lhe resolvi um problema".
Uma tendinite a necessitar de fisioterapia fez-me regressar hoje à Clínica Central da Póvoa de Santa e aos cuidados da Joana.
Em 4 de julho de 2011 - praticamente um mês depois da operação - entrei lá pela primeira vez, de canadianas e sem puder colocar o pé direito no chão.
Foi como começar a aprender a andar de novo.
Durante três meses levei grandes sovas, mas as mãos e o sorriso da Joana deixaram-me como novo.
Seis anos e meio depois lá estou eu de novo entregue à Joana.
Sobre a coluna cervical, RX e RM estão efetuados e para a semana vou saber o que me vai acontecer.

Imagens


Arguidos por palpite

Durante o dia de ontem foi conhecida mais uma ação judicial, que foi batizada de Operação Lex.
Sempre que surge uma investigação, rapidamente os jornalistas procuram saber quem são os arguidos que resultam do trabalho de campo efetuado.
Tratando-se de matéria sensível, não se pode aceitar que a forma de os tentar identificar, seja idêntica ao exercício que os jornalistas desportivos fazem para tentar adivinhar o 11 titular de uma qualquer equipa.
No final da tarde, a SIC Notícias afirmou por várias vezes que Luís Filipe Vieira tinha sido constituído arguido neste processo.
Esta manhã já vão afirmando que afinal não foi.
Em casos deste melindre, não me parece correto que se façam afirmações por palpite. 

A Minha Câmara Escura


terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Alma Vilafranquense

Um título que antecipava esta temporada.
Atualmente enverga a braçadeira de capitão do Vilafranquense e é o melhor marcador com 10 golos.


Imagens


segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Uma treta!

Esta noite lembrei-me de uma afirmação de Jorge Jesus.
O fair-play é uma treta.
Se o que aconteceu hoje no Restelo, tivesse sido protagonizado pelo Benfica, tínhamos assunto para os paineleiros dos programas desportivos debaterem nas próximas semanas.
Mais importante que todos os VAR's, devia ser penalizar os simuladores, que ainda tiram vantagem desses estratagemas sujos.

Monte de esterco

Por respeito aos que por aqui passam, escrevo pouco sobre os bastidores do futebol.
Ele é tão mau, que a mim tira-me a vontade de opinar.
Mas deixem-me só fazer aqui uma comparação.
Bruno de Carvalho denunciou há dois anos, mais coisa menos coisa, o caso das prendas que eram oferecidas aos árbitros pelo Benfica.
Hoje um jornal publicou que o presidente do Sporting está a ser investigado por tráfico de influências.
A reação de BdC não se fez esperar "Qualquer monte de esterco é livre de fazer denúncias e o DIAP, por lei, tem de investigar (...) nada disto interessa para nada mas as marionetas do Benfica continuam ao ataque".
Ficámos a perceber que os montes de esterco também têm cores diferentes!

Imagens


domingo, 28 de janeiro de 2018

Federer e a Espanha


Este domingo ficou marcado, desportivamente, por dois factos importantes, em duas modalidades de que gosto muito.

Logo pela manhã - final do dia por lá - o suiço Roger Federer bateu (3-2) o croata Marin Cilic na final do Open da Austrália e conseguiu o seu 20º Grand Slam da carreira, sendo o primeiro tenista as duas dezenas de títulos.
Aos 36 anos de idade - faz 37 em agosto - Federer vence em Melbourne pela sexta vez e mostra que o final de carreira ainda está distante.

No final do dia estive a assistir à final do Europeu de andebol que decorreu na Croácia.
Vejam como são as estatísticas.
A Suécia tinha estado em quatro finais e vencido sempre.
No lado oposto, a Espanha também tinha disputado quatro e perdido sempre.
A primeira metade do jogo dava razão aos que acreditam na lógica, com vantagem dos nórdicos.
Na segunda parte os espanhóis mudaram o sistema defensivo, confundiram os suecos e mandaram a estatística às ortigas.
Vitória (29-23) da Espanha e temos um novo campeão da Europa. 

Imagens


Em direto

Este domingo fui até Coruche com o António Barbosa para o relato do Vilafranquense.
Na décima partida fora de casa dos ribatejanos, talvez tenha sido o jogo menos conseguido dos ribatejanos.
O pragmatismo da formação de Vasco Matos, que tinha rendido as duas últimas vitórias, com golos perto fim, não deu resultados hoje.
Um sintético já em idade de reforma, também não ajudou, mas uma equipa que está na frente da classificação deve entrar a dominar e colocar o adversário em sentido.
Uma coisa que o Vilafranquense nunca conseguiu, excluindo os últimos minutos do jogo.
O primeiro nulo extramuros deixa a equipa de Vila Franca de Xira na segunda posição, a um ponto do Mafra e com mais 4 que o Praiense, quando estamos com a 18ª jornada terminada.

sábado, 27 de janeiro de 2018

Imagens


Em direto

Este sábado fui com o Pedro Correia - que fez o relato - acompanhar a Juventude Salesiana vs Alenquer, no Estoril, sendo que eu fiz reportagem volante.
Tratava-se de um jogo entre duas equipas que estavam nos lugares cimeiros da classificação, o que criou um ambiente efervescente.
Enorme empenho de todos os jogadores, alguns excessos aqui e acolá e uma grande festa nas bancadas, com duas claques entusiasmadas, dando um excelente colorido à partida.
Um empate talvez fosse o resultado mais justo, num partida nem sempre bem jogada, mas com enorme emoção, fruto da incerteza no marcador.
Mas aquela pontinha de sorte que por vezes está por aí, sorriu aos alenquerenses que com esta vitória (3-4) isolaram-se no comando da classificação da zona Sul da 2ª divisão.
Uma palavra final para as declarações de Luís Costa Duarte, treinador da Salesiana à reportagem da Rádio Voz de Alenquer.
O meu respeito e admiração pelo seu trabalho à frente desta equipa, não fica nada beliscado pelas palavras indelicadas que teve comigo na entrevista após o jogo.
A quente, por vezes, dizemos coisas que não são as mais corretas.
Tenho a certeza que nesta altura já terá percebido que não agiu bem.

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Imagens


Pablo e o Mago

Faz hoje cinco anos que chegou uma nova alegria ao Principado.
Depois de um longo processo de negociações, a Princesa aceitou a ideia de termos um cão.
A primeira decisão foi escolher a raça.
Por ser o primeiro e por não termos muito tempo para ele, decidimos que o Basset Hound seria perfeito.
Porque não necessitava de grandes passeios e por ser muito sossegado.
Depois passámos à escolha do nome.
Procurámos um nome curto e de um jogador do Benfica.
Não foi difícil e rapidamente chegámos a consenso: Pablo.
Curiosamente o Mago despediu-se há 3 dias dos relvados, jogando pelo clube da sua terra - Estudiantes Río Cuarto - alinhando ao lado do seu irmão, com o Pai e Marcelo Bielsa na bancada, o selecionador que o levou ao Mundial'2002.
Aos 38 anos, Aimar deixa saudades de quem o viu o seu talento em campo.
Voltemos ao nosso Pablo.
Cada vez está mais dorminhoco, mas também teve as suas tropelias em pequeno, contribuindo para a destruição de um sofá.
Independentemente disso, a tranquilidade que nos transmite, o Amor que nos dá, só temos pena de não ter chegado mais cedo.

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Nunca foram tantos

Nesta final a quatro da Taça da Liga, estreou-se a maior equipa de arbitragem nunca vista em Portugal.
Oito.
Ora vamos lá ver.
No jogo entre o Sporting e o FC Porto tivenos um árbitro principal, dois árbitros assistentes, 4º árbitro, dois árbitros de baliza - curiosamente não surgem na ficha oficial no site da Liga - e dois vídeos-árbitros.
Vou só falar de um lance do jogo.
Há uma grande penalidade de Danilo sobre Bas Dost, que me parece evidente.
Nem Nuno Almeida, nem Hélder Malheiro, nem António Godinho, nem Artur Soares Dias acharam que fosse falta.
Nunca falei em desonestidade dos árbitros.
Sempre falei em competência. 

Quando joga Portugal

Depois do sorteio de ontem para a nova Liga das Nações, hoje já se sabe o calendário da seleção nacional, que pode consultar na foto.
Os primeiros classificados da Liga A, vão discutir o título em junho de 2019.
Mas atenção, o último classificado de cada um dos grupos desce à Liga B, sendo que no futuro o ranking para o sorteio das grandes competições vai nascer nesta Liga, partindo dela a nova hierarquia de todas as seleções europeias.
Fernando Santos está desconfiado: "Em termos de preparação antes das eliminatórias para o Euro'2020 é ótimo, mas vamos ver como funciona a questão de subir e descer e como vai relacionar-se com o próprio Campeonato da Europa".
O Engenheiro está atento.

Imagens


Alma Vilafranquense

Há um ano conversei com o Pedro Torrão.
Dos grandes palcos a Administrador da Eurofoot BV.


quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

A Minha Câmara Escura


Liga das Nacões


Arrancou hoje uma nova competição organizada pela UEFA, a Liga das Nações.
Não tem sido muito divulgada, pelo que para muitos será uma surpresa.
O principal objetivo é usar as datas FIFA, utilizadas para jogos particulares, muitas vezes sem interesse, numa competição que também servirá para apuramento para o Euro'2020 de quatro países.
Vamos perceber como funciona a competição, que se vai realizar de dois em dois anos.

As 55 seleções serão separadas em quatro Ligas - A, B, C, D - de acordo com o ranking da UEFA, sendo que dentro de cada Liga, as equipas foram divididas em vários potes, como é habitual nestes sorteios.

 


 


Na Liga A (as melhores) e B estarão 12 seleções divididas em quarto grupos, na C, 15 seleções e na D as restantes 16 formações.
As equipas vão jogar entre setembro e novembro deste ano, fora e em casa, sendo que os quatro vencedores dos grupos da Liga A vão disputar o título em junho de 2019, com meias-finais, apuramento para terceiro classificado e final, que se realizará na casa de uma das quatro seleções.
Os vencedores dos grupos B, C e D garantem a subida à Liga acima, sendo que os últimos nas Ligas A, B e C serão despromovidos.

Além deste formato competitivo, a prova vai servir para apuramento para o europeu de 2020.
O apuramento direto para o próximo Euro realiza-se entre março e novembro do próximo ano, apurando  os dois primeiros classificados dos dez grupos.

Em março de 2020, cada Liga das Nações terá um play-off entre as quatro melhores seleções classificadas, que não se tenham apurado diretamente - uma espécie de segunda oportunidade - para encontrar as quatro vagas finais. Este fórmula substitui a possibilidade de os melhores terceiros classificados da fase de apuramento conseguirem chegar à fase final.

Esta quarta-feira realizou-se o sorteio, com Portugal a ficar no grupo C da Liga A, com a companhia da Itália e Polónia, como se pode ver abaixo, onde se podem conferir os diversos acasalamentos.


 Para muitos, como eu, que tem dificuldade em lidar com as bandeiras, fica mais esta indicação.

LIGA A 

Grupo 1: Holanda, França e Alemanha
Grupo 2: Islândia, Suiça e Bélgica
Grupo 3: Polónia, Itália e Portugal
Grupo 4: Croácia, Inglaterra e Espanha

LIGA B

Grupo 1: República Checa, Ucrânia e Eslováquia
Grupo 2: Turquia, Suécia e Rússia
Grupo 3: Irlanda do norte, Bósnia e Herzegovina e Áustria
Grupo 4: Dinamarca, República da Irlanda e País de Gales

LIGA C

Grupo 1: Escócia, Israel e Albânia
Grupo 2: Finlândia, Estónia, Grécia e Hungria
Grupo 3: Bulgária, Chipre, Noruega e Eslovénia
Grupo 4: Montenegro, Lituânia, Sérvia e Roménia

LIGA D

Grupo 1: Andorra, Cazaquistão, Letónia e Geórgia
Grupo 2: São Marino, Moldávia, Luxemburgo e Bielorrússia
Grupo 3: Kosovo, Malta, Ilhas Féroe e Azerbaijão
Grupo 4: Gibraltar, Liechtenstein, Arménia e Macedónia

Imagens


terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Ai a memória!

Uma coisa que vai falhando com o decorrer dos anos, é a memória.
Eu já há muito tempo que coloco alertas aqui e acolá, para não me esquecer de algumas coisas importantes.
Jorge Jesus, treinador do Sporting, também está a precisar, até porque é mais velho que eu.
No lançamento da meia final da Taça da Liga, que se realiza amanhã com o FC Porto, referiu por duas vezes que ambas as equipas querem vencer o primeiro troféu da temporada.
Então Jesus?
Eu sei que o mestre da tática referiu há semanas que este campeonato vai ser discutido entre leões e dragões, mas será que a Supertaça que o Benfica venceu em agosto já não conta?
Que tal uma notinha no smartphone!

Imagens


Que surpresa!

O ténis é pródigo em surpresas e hoje chegou mais uma.
O britânico Kyle Edmund - há 5 anos fez par com Frederico Silva e venceram, na categoria de juniores, o US Open 2012 e Roland Garros 2013 - eliminou o atual nº 3 mundial, o búlgaro Grigor Dmitrov, que foi semifinalista em 2017.
Em quase três horas de jogo, Edmund foi mais agressivo, num jogo equilibrado, vencendo por três sets a um.
Com esta vitória garantiu a entrada no top-30 e caso ganhe mais um jogo em Melboune - defronta o croata Marin Cilic nas meias - ultrapassa Andy Murray e passa a ser o melhor britânico no ranking ATP.

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

A Minha Câmara Escura


Imagens


Que surpresa!

Um novo espaço nasce hoje.
Sempre que, na minha opinião, existir uma grande surpresa num resultado desportivo - quantos não existem quase todos os dias por esse Mundo fora - chega a notícia e uma foto.
Acredito que muitas vão ficar de fora.

Nos oitavos de final do Open da Austrália, o sul coreano Hyeon Chung - tem 21 anos - eliminou o croata Novak Djokovic, que já venceu este torneio por 6 vezes.
Num jogo que durou perto de três horas e meia, Chung foi quase sempre mais forte, vencendo (3-0) com duas partidas decididas no tie-break, num encontro em que Djokovic, depois de uma ausência de seis meses por lesão, não parecer estar ainda na sua melhor forma física, tendo mesmo sido assistido no primeiro set. 

domingo, 21 de janeiro de 2018

Imagens


Em direto

O dia narrativo de hoje começou cedo.
No Camarnal realizou-se a 35ª Grande Prova de Atletismo, uma organização da Sociedade Recreativa local, que festejou os seus cinquenta e cinco anos a 1 de janeiro.
Centena e meia de atletas, em diversos escalões, proporcionaram uma manhã bem divertida.
José Gaspar (Auto Jacinto) e Beatriz Ferreira (Núcleo Sporting Golegã) foram os vencedores absolutos.

Da parte da tarde estive no Cevadeiro para o jogo entre o líder e o lanterna vermelha, o Sporting Guadalupe.
Estes são os jogos em que os treinadores têm mais trabalho durante a semana antecedente, para passar a mensagem de não facilitismo.
Não foi um jogo bem conseguido do Vilafranquense.
Foi para o intervalo a vencer (1-0), com o décimo golo de David esta época, na transformação de uma grande penalidade.
Entrou bem no segundo tempo, mas sofreu o empate - aos 56' - e perdeu serenidade.
Já perto do fim - como há uma semana - Marocas conseguiu marcar, batendo o guarda-redes
forasteiro, que se cotou como o melhor em campo do lado dos graciosenses.
São estas vitórias que, muitas vezes, fazem a diferença nas contas finais.

sábado, 20 de janeiro de 2018

Imagens


Farto dos duodécimos

As conversas à volta deste assunto já me irritam.
Vamos lá fazer uma pequena história, cronológica, mas sem a preocupação das datas.
Com a chegada da troika os subsídios de férias e natal foram à vida.
Foi uma zanga, uma indignação e uma coisa que nunca tinha acontecido desde que tivemos direito a esses benefícios.
Mais tarde foi feita uma reposição faseada, onde os duodécimos chegaram à ribalta.
As críticas e queixas voltaram a surgir.
Finalmente este ano, voltou tudo à normalidade, com o pagamento por inteiro dos dois subsídios.
Mas pensam que acabou a contestação?
Nada disso.
Agora os duodécimos é que era bom, que as pessoas vão receber menos por mês.
Vamos voltar ao início da história.
Nessa altura, alguém defendia que os subsídios deviam ser pagos durante os 12 meses?

A Minha Câmara Escura

Outros dos espaços do Tio Jorge, na primeira geração, era este.
Fotografias que fui tirando aqui e acolá.
Quando me apetecer!

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Imagens


Cu Torto

O Gang dos Sagitarianos deslocou-se ontem, de comboio, até Évora para mais um encontro à mesa.
Só pelo caminho escolhemos o local do almoço.
Entre as várias opções escolhemos O Moinho do Cu Torto, recorrendo às opiniões da net e a informaçoes recolhidas pelo Manuel Fernando.
Publicada uma selfie do trio no FB, logo chegaram reações positivas em relação à escolha.
Como o próprio nome indica, trata-se da antiga casa de um moleiro que tinha a alcunha de Cu Torto.
Excelente atendimento, umas entradas com um queijo espetacular, feijoada e pézinhos de coentrada, costeletas de borrego com batata frita e bolas de migas, para acabar com sericaia e bolo rançoso.
Uma visita a repetir!

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Imagens


Alma Vilafranquense

O texto que publico hoje resultou de uma conversa com Nélson Pinhão, na altura guarda-redes do Vilafranquense.



quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Novo visual

Os óculos vão sempre fazer parte da minha vida.
Aos sete anos tive os primeiros.
Joguei futebol 14 anos - e andebol - com a sua ajuda.
Parti muitos, estraguei lentes diversas vezes, até à operação que fiz em 1999.
Depois de mais de dez anos sem precisar de ajuda, tive que recorrer a uns vidrinhos para ver nitidamente ao longe.
Quando regressei aos relatos, as lentes progressivas - caras que estão danadas - foram a solução.
Desta vez foi a armação que colapsou.
Consegui aproveitar as lentes e agora tenho uma pequena alteração no visual.
Espero que durem muito tempo.

Imagens