segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

E agora... 2008

Apesar de haver para aí uns apressados, que já estão a festejar o novo ano, lá para os antípodas, só agora vou começar a preparar o meu reveillon.
Como hoje tive que trabalhar – alguém tem de o fazer nesta País de gazetistas – só agora deixo aqui o voto sincero de um 2008 Enorme, com Saúde, Amor, Paz, Dinheiro e Sexo.
Bem... a ordem das prioridades deixo à sua escolha.
Nos intervalos da sua falta de tempo, continue a ler o Tio Jorge.

Gang de comboio

O Gang do almoço diário, ou seja de trabalho, fez a segunda incursão até bandas da Mealhada.
Eu sei que já foi na sexta-feira, mas como já expliquei acima... blá, blá, blá...
Desta vez fizemos uma inovação.
Para almoçarmos de forma descansada, no que aos níveis alcoólicos diz respeito, fizemos a deslocação de comboio.
Intercidades, na ida e Alfa Pendular no regresso.
Os meus três companheiros de viagem, ficaram meio desconfiados quando lhes indiquei esta possibilidade.
Agora, acho que já não os consigo convencer a ir de automóvel.
Sobre o leitão, o habitual... de chorar por mais.
Para o ano lá estaremos... de novo.

Penso, logo...

"Às vezes é bom acreditar na evolução e pensar que o homem ainda não está concluído."

(John M. Henry)

Cantanhede - Coimbra

31 de Dezembro

Há 138 anos, nasce Henri Matisse, pintor, desenhista e escultor francês.
Morreu com 85 anos.

in Wikipédia

Djibuti

Surpresa

Esta é uma época delas, das surpresas.
Aparecem por todo o lado.
Nas prendas de Natal, nos clubes de futebol, nas administrações dos Bancos, até na blogoesfera.
Pois é, no fim-de-semana o servidor do Blogger foi de férias e não houve posts para ninguém.
Eu sei que é uma esquisitice minha, mas custava muito deixar por aí, numa qualquer curva da Net, uma indicaçãozinha do que se passava?
O Tio Jorge está de volta… enquanto deixarem.

Olha... sobra espaço ao lado da foto...?
Posso escrever mais qualquer coisa, sei lá... por acaso fiquei chateado de não puder postar durante dois dias.
Será que isto já é vício?
Há 14 meses que faz parte do meu dia a dia.
E eu gosto.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Penso, logo...

"Às vezes é bom acreditar na evolução e pensar que o homem ainda não está concluído."

(John M. Henry)

Arganil - Coimbra

28 de Dezembro

Há 85 anos, nasce Mariana Rey Monteiro, actriz portuguesa.

in Wikipédia

Dinamarca


quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Boa prenda

E já ficou para trás outro Natal.
A Célia e o Ricardo já escreveram, por aqui, do nosso.
Apesar de não ser um cristão crente, trata-se de uma época do ano de que eu gosto, principalmente, por causa da reunião familiar.
A possibilidade de estarmos juntos durante o ano é cada vez mais escassa, fruto desta vida acelerada onde estamos envolvidos.
Também recebi algumas lembranças, mas a melhor de todas foi poder estar umas boas horas juntos, com a “famelga” mais próxima.
Que venha o próximo.

Penso, logo...

"Uma palavra nova é como uma semente fresca que se coloca no terreno da discussão."

(Ludwig Wittgenstein)

Vila Velha de Rodão - Castelo Branco

27 de Dezembro

Há 98 anos, nasce Marlene Dietrich, actriz e cantora alemã, naturalizada norte-americana.
Morreu com 91 anos.

in Wikipédia

República Democrática do Congo

A boina de Saragoça

Bem, esta semana escrevo em terras lusas.
Finalmente chegaram as tão ansiadas e merecidas férias.
Já não era sem tempo, as saudades já eram muitas, o tempo teimava em não passar e depois o frio também não estava a ser nada amigo, cada dia que passava mais baixa era a temperatura.
A ansiedade começava a reinar lá em casa.
Pensei para comigo falta pouco, muito pouco mesmo!
Ultimavam-se os preparativos, quando, como decidimos vir de avião, verificámos que tínhamos um grande problema para resolver: o limite de peso máximo de 20 quilos.
Só a minha mala vazia pesava dez. Juntando tudo o que queria trazer, prefazia um total de 33 quilos. Não estava fácil a arrumação, mas com muito esforço e metade da bagagem de fora, lá conseguimos que as malas tivessem todas o peso máximo permitido, pois cada quilo a mais significava uma multa de 9 € por cada um. Um horror!
A Catarina ia andar de avião pela primeira vez. Os nervos estavam em franja e não quis dormir, disse que preferia ficar acordada. E assim foi, ficando de volta dos trabalhos.
Ás três e meia da manhã o despertador tocou!
Hora de levantar, quando tinha acabado de me deitar, nem força tinha para abrir os olhos. Mas parei e pensei: vamos para casa!
Com rapidez despachamo-nos. Uma última volta pela casa para ver se não faltava nada, um spray para dar um cheirinho agradável e um tacho atrás da porta de casa para assustar a senhoria, que anda danada para ir espreitar a casa sem ninguém lá estar. Esperamos que ela não tente lá entrar.
Deixamos a casa para trás e partimos em direcção à estação dos comboios onde o autocarro nos ia levar até Madrid. O motorista tinha aspecto de guitarrista de um grupo de heavy metal, o que nos fez pensar que a viagem até a capital espanhola ia ser bem interessante. O tempo estava mau, muita chuva e algum nevoeiro, as estradas muito perigosas.
Saímos já com algum atraso de Saragoça, sempre a abrir estrada fora com algumas travagens bruscas à mistura. Quase quatro depois chegámos a Madrid.
O aeroporto, aquele monstro nas imediações da cidade, é algo que fica na nossa memória. O meu coração estava muito acelerado. Quem me conhece sabe que não gosto de andar de avião, pois é demasiado pequeno para uma pessoa claustrofóbica, mas depressa a ansiedade passou.
A Catarina estava branca, por momentos pensei que fosse começar a gritar ou ter algum ataque de pânico. Mas não, tudo correu bem, pois a vontade de chegar a Lisboa era mais forte.
As malas vinham um pouco abaladas com a viagem, até um pouco destruídas também,o dia a dia de quem tem de andar de avião.
À nossa espera estavam os pais e uma prima da Ana, a minha mãe, mana e o Paulo Zé e o Hélio, um companheiro de faculdade, que acima de tudo é um grande amigo.
A partir de hoje vão ser três semanas onde vamos poder estar com a nossa família, com os nossos amigos e curtir à grande estas férias. O Natal já foi passado como manda a tradição.
Agora vem a entrada para o novo ano onde reinará a diversão.
Beijos de Alverca.
Até Quinta-feira.

Cláudia Paulino

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Penso, logo...

"O nascimento da ciência foi a morte da superstição."

(Thomas Henry Huxley)

Vila de Rei - Castelo Branco

26 de Dezembro

Há 114 anos, nasce Mao Tsé-tung, teórico marxista, político, revolucionário, poeta, soldado e governante comunista da República Popular da China.
Morreu com 83 anos.

in Wikipédia

Coreia do Norte

Olhar Jovem

Como prometido, esta semana estou aqui para saberem o que recebi neste Natal.
As que eu gostei mais foram a camisola do Benfica cor-de-rosa (já estava à espera porque estava na árvore de Natal um embrulho da Adidas), um kit para a PSP, que inclui um carregador, uma bolsa, etc. (esta foi meio surpresa, apesar de o ter pedido porque perdi o meu carregador nas férias) e o jogo Pókemon Pearl para a Nintendo DS (esta também vi logo que a ia receber porque o cota estava sempre a dizer: “Ah, o jogo está esgotado” quando eu lhe falava do jogo!).
Além disto, as prendas habituais: uns belos chocolates, boxers, meias, um livro, um boné, cheques brinde (que a minha madrinha me dá todos os anos) e um cartão de memória que me ofereceu a minha querida irmã. Gostei muito de todos os presentes.
Mas este ano, a cerimónia de entrega dos presentes demorou mais um bocado que o habitual, já que havia um elemento novo, o meu primo Tomás.
Então era mais ou menos assim: uma prenda para mim, outra para a minha cota e dez para o Tomás. Foi engraçado, já que nunca tinha assistido a uma coisa assim, ao contrário do resto da família, porque, segundo o que eles disseram, quando eu e a minha mana éramos pequeninos, também era assim!
E foi mais uma noite de Natal muito bem passada.
Para o ano há mais prendas
Beijinhos e abraços para todos.
Até para a semana.

Ricardo Paulino

terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Penso, logo...

"O homem que se vende recebe sempre mais do que vale."

(Apparicio Torelli)

Sertã - Castelo Branco

25 de Dezembro

Há 108 anos, nasce Humphrey Bogart, actor de teatro e cinema norte-americano.
Tinha 58 anos.

in Wikipédia

Ponto e vírgula

Se fosse num orgão de comunicação social, era um ponto e vírgula, Edição Especial.
No Tio Jorge é apenas o registar de um número redondo.
1.000 posts.
Muita coisa ficou por escrever, mas procurei sempre tentar não desiludir os que todos os dias por aqui passam.
Obrigado para eles.

República Checa

O Canto da Princesa

Mais um Natal que passou.
A família toda junta em convívio e com muito trabalhinho à mistura. Aqui tiro o chapéu à D. Berta, minha mãe. Apesar de ajudarmos em alguma coisa, a responsabilidade da parte gastronómica é toda dela.
É uma espécie de dom que nasceu com ela. Tudo é preparado ao pormenor, desde o bacalhau às couves, do borrego ao peru, enfim os pratos vão desfilando como se de a mesa fosse uma passerelle.
Seja feita justiça a quem passa grande parte destes dias na cozinha com o objectivo de ver os “seus mais que tudo”, confraternizarem à volta da mesa.
Os presentes, este ano, foram mais que muitos. Fizeram-me lembrar os Natais em que o Ricardo e a Cláudia eram pequenitos. Com o nosso Tomás as prendas pareciam intermináveis. Durou e durou a distribuição, que mais uma vez ficou a cargo do “Cacucho”.
O meu Menino Jesus foi generoso. Camisolas, filmes, livros, roupa interior e chocolates e ainda alguns euros em moeda que nos fazem sempre jeito.
Gostei de estar mais um ano com a família reunida e tudo ter corrido bem.
Sim, porque também é nestas alturas que, quer queiramos quer não, nos vem à cabeça que existe quem não pode dizer o mesmo.

Célia Paulino

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Um lugar comum

Ontem fui ver o que tinha postado há um ano atrás, nesta
época do ano.
Uma questão de curiosidade, tendo concluído que a produção era bem maior.
A disponibilidade era outra, donde posso concluir que as exigências universitárias e não só, deixavam-me mais minutos para transmitir as minhas ideias.
Continuo a gostar do Natal e a não admirar muitas coisas que vou vendo e ouvindo por aí.
Mas agora não há muito tempo para mais.
Não posso fugir a um lugar comum.
Um excelente Natal para todos os que por aqui passam, diariamente ou de vez em quanto.

Penso, logo...

"Não acrescente dias à sua vida, mas vida aos seus dias."

(Harry Benjamin)

Proença-a-Nova - Castelo Branco

24 de Dezembro

Há 483 anos, morre, em Cochim, na Índia, o navegador português Vasco da Gama.
Tinha 55 anos.

in O Leme

Chipre

domingo, 23 de dezembro de 2007

Penso, logo...

"O homem é um aprendiz, a dor é o seu mestre."

(Alfred de Musset)

Penamacor - Castelo Branco

23 de Dezembro

Há 41 anos, nasce Cláudia Raia, actriz brasileira.
Perto do Natal, uma mulher lindíssima neste espaço.

Cuba

sábado, 22 de dezembro de 2007

Penso, logo...

"Os que menos sabem governar-se são os que mais ambicionam governar os outros."

(Marques de Maricá)

Oleiros - Castelo Branco

22 de Dezembro

Há 18 anos, morre Samuel Beckett, dramaturgo e escritor irlandês.

Tinha 83 anos.

in Wikipédia

Croácia

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Ponto e vírgula

Passo aqui grande parte das minhas horas disponíveis.
O mesmo trabalho, a mesma visão, a mesma rua.
Tudo igual, todos os dias.
Há pouco chegaram as inteligências pardas.
Tanto sorriso, tanta hipocrisia, tanta falta de vergonha.
Porque somos assim?

Penso, logo...

"Um herói é aquele que faz o que pode."

(Roman Rolland)

Idanha-a-Nova - Castelo Branco

21 de Dezembro

Há 68 anos, nasce o fadista Carlos do Carmo.

in O Leme

Costa do Marfim

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Penso, logo...

"Entre o bom senso e o bom gosto está a diferença entre a causa e o efeito."

(Jean de La Bruyère)

Fundão - Castelo Branco

20 de Dezembro

Há 39 anos, morre John Steinbeck, escritor norte-americano, laureado com o Prémio Nobel da Literatura em 1962. A Leste do Paraíso e As Vinhas da Ira são as suas principais obras.
Tinha 66 anos.

in Wikipédia

Costa Rica

Um ano

O telefone tocou naquele dia frio, no final de 2006.
Era a Elsa.
Trazia uma notícia indesejada.
A Leonor tinha partido sem avisar.
Doze meses passaram.
Por ela, voltámos a ver os amigos da Rádio 2000.
Mas os dias, hoje, são cada vez mais curtos.
Precisamos de arranjar mais tempo.
Eu vou tentar.
Todos temos que tentar.
A minha recordação vai ser sempre assim.
Com os olhos nesta foto.

A boina de Saragoça

Esta semana fomos em visita de estudo até Jaca, uma cidade muito próxima dos Pirinéus. Um local muito bonito que no verão é invadido por turistas, devido ao seu largo património histórico e cultural.
Pelo caminho passámos por um pueblo que tem o nome de Canfran-Estación, que ficou conhecido nos anos sessenta por ser a estação internacional de comboios que ligava Espanha a França. Actualmente faz apenas serviço interno devido a problemas políticos.
Por aqui estava tudo branco e fizemos como nos velhos tempos em que íamos à Serra da Estrela. Estivemos que nem umas loucas a brincar com a neve, fazendo bolas e mandando umas às outras. Passamos ali uma hora bem agradável e tivemos o privilégio de poder ainda desfrutar de uma paisagem magnífica.
Já em Jaca, onde passamos a tarde, ao final do dia fomos recebidos pelo Alcalde, como o nosso presidente de câmara, onde desfrutamos, também, de paisagens simplesmente fenomenais, não com neve, mas que transmitiam uma calma e serenidade fantásticas. Ao longe, conseguimos ainda vislumbrar os Pirinéus, que por esta altura já se encontram cobertos por um manto branco.
Hoje partimos para uns merecidos dias de férias em Portugal, onde vamos passar o Natal e entrar no novo ano junto da família e dos amigos.
Tentaremos, ainda, recarregar baterias para dois meses, que se adivinham difíceis e muito trabalhosos, mas que no futuro, esperemos, dêem os seus frutos.
Besos de Zaragoza.
Hasta Jueves.

Cláudia Paulino

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Ponto e virgula

Uma pequena paragem.
Não da parte profissional, que tenho para a troca, mas da Universidade, sem a necessidade de ir até ao Boqueirão dos Ferreiros.
Mas o trabalho não diminui, pois o primeiro semestre aproxima-se do final.
Mas sabe bem poder chegar mais cedo ao aconchego do lar.
A família agradece, nem que seja por poucos dias.

Penso, logo...

"Perder o entusiasmo provoca rugas na alma."

(Samuel Ullman)

Covilhã - Castelo Branco

19 de Dezembro

Há 92 anos, nasce a cantora francesa Edith Piaf.
Morreu com 47 anos.

in O Leme

República do Congo

Olhar Jovem

Esta semana, à semelhança da minha mãe, vou falar sobre o Natal.
Gosto muito desta época, onde recebo muitos presentes.
É sobre isso que vou falar com mais pormenor.
Mas antes, gostava de esclarecer aqui uma coisa: eu, na noite de Natal, quero sempre que se abram as prendas há meia-noite e não às 22:30 horas, como a minha mãe escreveu ontem. Como já está cota, quer abrir as prendas mais cedo, pois já não tem energia para se deitar mais tarde… hihihi.
Isto é só uma brincadeira, como é Natal, a cota não leva a mal.
Bem, mas estou aqui para vos falar dos presentes que mais gostei de receber.
Não me lembro muito bem em que anos, mas recordo-me de ter ficado muito surpreendido quando recebi a Playstation 2 ou a Dreamcast.
Mas a melhor foi quando abri um presente e era uma caixa de uma garrafa de whisky. Mas quando abro, afinal era uma camisola do Benfica. Os cotas conseguiram-me enganar.
Mas nestes últimos anos, já sei mais ou menos quais são as prendas que vou receber, todavia, há sempre um ou outro que me surpreende.
Na próxima quarta-feira, vão todos ficar a saber as lembranças que recebi.
BOM NATAL e muitos presentinhos no sapatinho.
Beijinhos e abraços para todos.
Até para a semana.

Ricardo Paulino

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Penso, logo...

"A felicidade é o subproduto do esforço de fazer o próximo feliz."

(Greta Palmer)

Castelo Branco

18 de Dezembro

Há 61 anos, nasce Steven Spielberg, realizador de cinema norte-americano.

in Wikipédia

Comores

O Canto da Princesa

Aproximamo-nos vertiginosamente do Natal.
Época, por excelência, em que nos sentimos invadidos por um espírito de caridade e compaixão. Dirão os mais sonhadores que deveria ser assim todo o ano, e com razão.
Mas voltemos às festividades.
Para mim o Natal é sinónimo de família, de união e de surpresas!
Quem não tem lembranças desta data enquanto criança, de acreditar no Pai Natal, de receber aquela prenda com que tanto sonhámos.
E são sem dúvida as crianças que enchem aquela noite de colorido e alegria.
Confesso que quando o Ricardo e a Cláudia fazem aquela cara de espanto e alegria, sinto uma satisfação imensa e de dever cumprido.
O nosso Natal é passado na casa dos meus pais com a família mais próxima.
As prendas são abertas ás dez e meia, mas muito mais cedo, eu e o Ricardo já andamos a chatear toda a gente: “Já está na hora”.
Perguntarão, tão cedo? Pois bem, o ritual lá de casa consta em o Ricardo, que é o Pai Natal, entregar a surpresa, dizer de quem e esperar que seja aberta. Como podem adivinhar, aquilo dura, dura… e dura.
E este ano, para ajudar a “arrumar” os papéis, temos o mais pequeno, o nosso Tomás, que o ano passado era ainda muito bebé.
Estou que nem posso de curiosidade para o ver a abrir as prendas e como é que reage a toda aquela festa.
Fico por aqui mas não termino com o tema. É que o dia 25 de Dezembro calha a uma terça-feira.
Adivinhem sobre o que vou escrever!?

Célia Paulino

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Penso, logo...

"Se você quer civilizar um homem comece pela avó dele."

(Victor Hugo)

Belmonte - Castelo Branco

17 de Dezembro

Há 102 anos, nasce Érico Veríssimo, escritor brasileiro.
Morreu com 69 anos.

in Wikipédia

Colômbia